Como Encontrar um Financiamento de Veículos Barato



financiamento de veículos baratoBancos praticam taxas de juros bem diferentes. É preciso pesquisar para encontrar um financiamento de veículo mais barato.

Com a Taxa Selic nos estratosféricos 10,9% ao ano, os consórcios de carros se tornaram uma boa opção para quem não pode comprar à vista, ou ao menos dando uma boa entrada. Muitos motoristas, não têm tempo e precisam de um carro com urgência e não podem esperar as assembleias, sorteios e ofertas de lances. Nestes casos, é preciso avaliar as condições de diferentes bancos para encontrar um financiamento de veículo mais barato.


Felizmente, a internet é uma ajuda e tanto na hora da pesquisa. Todas as instituições bancárias disponibilizam um simulador de financiamento em seus sites, para que o consumidor tenha uma noção bastante aproximada dos prazos e valores das mensalidades.

Simulador de Financiamento de Veículos

Um cuidado especial nesta procura é verificar o Custo Efetivo Total (CET) praticado pelos bancos. São as despesas, encargos, seguros e taxas que incidem em um financiamento de veículo ou qualquer outro bem. Em alguns casos, mesmo praticando taxas de juros menores, o custo final fica mais alto em função destas “despesas extras”.

É o caso dos bancos das montadoras (Volkswagen, Fiat e Ford, por exemplo). Na maioria dos casos, os juros são em parte subsidiados pelo fabricante do veículo, mas o CET é mais elevado. Mesmo assim, é possível negociar para retirar alguns itens do contrato de financiamento (como o seguro, que pode ser contratado com qualquer corretora) e desta forma tornar estas opções bastante atraentes.

+ Confira: Simulador de Financiamento de Veículos Grátis

Tipos de Crédito para Financiar um Veículo

financiamento de veículos

Quem procura um financiamento de veículo é alguém que não tem o capital necessário para adquirir o bem ou não pretende imobilizar suas reservas financeiras. Portanto, é preciso verificar qual é a melhor escolha para um financiamento barato.

As opções são o CDC (Crédito Direto ao Consumidor), o leasing (uma forma de arrendamento mercantil – uma espécie de “aluguel” – em que o veículo só é transferido para o consumidor depois da quitação da dívida) e o já falado consórcio. Todos os grandes bancos brasileiros oferecem estes serviços.

Sobre o leasing, não incide a cobrança de IOF (Imposto sobre Operações Financeiras), mas, se a taxa de juros for muito alta, pode ser mais vantajoso recorrer ao CDC. Os prazos de pagamento também influenciam na escolha: apesar de ser um vício brasileiro, em alguns casos o valor da prestação fala mais alto do que o valor total financiado.

Seja como for, o financiamento de veículo mais barato é sempre aquele com uma boa entrada e menos parcelas, para reduzir o gasto com juros. Vale lembrar que um carro implica muitos outros gastos, como combustíveis, estacionamento, manutenção, etc. Na análise de um financiamento, a mensalidade precisa caber no orçamento doméstico.

+ Veja também:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *